14 de junho de 2017

DELEGADO E PMS SÃO INDICIADOS APÓS ACEITAREM ASAS DE FRANGO ROUBADAS COMO 'AGRADECIMENTO' EM SC

Um delegado e dois policiais militares de Itajaí, no Vale, foram indiciados depois que aceitaram coxas de peru e asas de frango, provenientes de uma carga roubada, como "agradecimento". O caso ocorreu em janeiro, mas só foi divulgado nesta terça (14) pela Delegacia de Investigações Criminais (DIC). Um investigador particular, que presenteou os agentes, foi preso.
 
 
 
 
 
 
 
Segundo a investigação, os agentes teriam sido presenteados depois que liberaram um caminhão lotado de carnes para esse investigador particular, que não tinha qualquer vínculo com as mercadorias.
 
 
 
 
"São atos de corrupção. Eles receberam as caixas em agradecimento pelo serviço prestado, mas o homem não tinha nenhum vínculo com a carga", disse o delegado Weydson da Silva.
 
 
 
 
 
A carga havia sido levada a Central de Plantão Polícial (CPP) em 27 de janeiro de 2017. A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência após denúncia do investigador particular, que disse ter encontrado o veículo em um estacionamento no bairro Cordeiros.
 
 
 
 
Já na CPP, conforme a investigação, o investigador particular disse ser o representante legal da empresa responsável pela carga. Com isso, o delegado da CPP autorizou que ele levasse o caminhão.
 
 
 
 
Antes de ir embora, em agradecimento, o homem deu à polícia parte da carga. O material foi distribuído dentro do pátio da Central de Plantão Polícial (CPP) de Itajaí, fato que foi gravado pelas câmeras de segurança.
 
 
 
 
Após a descoberta da fraude e recuperação do caminhão, o veículo foi devolvido à verdadeira empresa responsável, com 26 toneladas de carne. Na empresa, foi constatada que mais de uma tonelada de mercadoria foi retirada do caminhão, o que equivalia a 67 caixas de coxas de peru e asas de frango.
 
 
Fonte: G1/SC.  

0 comentários:

Postar um comentário