12 de maio de 2017

AGRICULTORES DE VENHA-VER, NO OESTE DO ESTADO, RECEBERAM TÍTULOS DE TERRA

Festa no município de Venha-Ver, localizado na região Oeste do Estado, distante 454 quilômetros da capital potiguar. 240 títulos de terra foram entregues a agricultores e agricultoras familiares da cidade, em solenidade realizada no Ginásio de Esportes da Escola Municipal Pedro Trajano Torres, nesta quinta (11).A entrega foi realizada pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária (Seara).
 
 
 

 
 
 
Para o titular da Seara, Raimundo Costa, a entrega dos títulos representa para os agricultores e agricultoras familiares o registro de nascimento de sua terra. Segundo ele, uma das maiores demandas dos agricultores é ter a segurança jurídica de sua propriedade, que o título garante. “É para celebrar esse momento único, pois, do total de títulos entregues, 236 são títulos de posse. O Governo regularizando esse passivo histórico por meio de doação, estamos em um novo momento, quem exercia a posse precária da terra, agora é dona de fato e de direito de sua gleba rural”, disse o secretário.
 
 
 
A agricultora Lúcia Josefa de Fátima Lacerda, de 57 anos, moradora do Sítio Formoso dos Roberto, em Venha-Ver, disse que aguardou anos pelo título: ”faz mais de 20 anos que espero pelo título da minha terra, que tem sete hectares”. Lúcia Josefa é viúva, aposentada, tem 10 filhos e está agradecida pela ação dos governos estadual e federal.  “Estou contente, tristeza coloca para lá”, disse dona Lúcia.
 
 
 
 
A previsão inicial da secretaria era de entregar apenas 36 títulos de posse, mas esse número aumentou consideravelmente e saltou para 240, beneficiando mais homens e mulheres do campo do município de Venha-Ver.
 
 
 
 
Assim como Venha- Ver, outros municípios da região oeste também serão contemplados com a ação, que faz parte do convênio celebrado entre o Governo do Estado e a Secretaria Especial de Agricultura Familira e do Desenvolvimento Agrário (Sead). Coronel João Pessoa, Doutor Severiano, Encanto, Paraná, Portalegre e Riacho de Santana serão titulados em breve.
 
 
 
 
A expectativa é de que a vida do homem do campo melhore ainda mais. É que com o título em mãos, o agricultor familiar pode acessar políticas públicas importantes para o desenvolvimento no campo ,como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), e financiar atividades de investimento e custeio para produção em sua terra, fortalecendo a agricultura familiar.

0 comentários:

Postar um comentário