2 de fevereiro de 2017

SEGURANÇA PÚBLICA É O PONTO ALTO DA MENSAGEM ANUAL DO GOVERNADOR

Em sua mensagem anual como chefe do Executivo à Assembleia Legislativa, na abertura dos trabalhos legislativos para este ano, o governador do Estado, Robinson Faria (PSD) fez um destaque especial à Segurança Pública, que considerou uma urgência entre tantas outras.
 
 
 
 
 
 
 

A conivência e a omissão no passado nos colocaram em meio à crise no sistema penitenciário brasileiro. A minha ordem de ontem, de hoje e de sempre é não recuar. Sempre avante em nome da paz. E para que fique bem claro: este Governo não negocia com bandidos e, em hipótese alguma, vai manter ou conceder privilégios a quem não se enquadra nem respeita a lei. A instalação dos bloqueadores de celulares nos presídios do Estado é um exemplo dessa nova forma de governar. Uma decisão inédita e irreversível que nenhuma outra gestão teve a coragem de tomar”, afirmou o Governador.
 
 
 
 

Robinson disse que vai superar a crise no sistema prisional, com a construção de três presídios em tempo recorde e que como Governador determinou a desativação de Alcaçuz, o maior símbolo do erro governamental e da má aplicação dos recursos públicos. “Começamos a escrever uma nova história do sistema prisional no nosso Estado”, frisou.
 
 
 
 

O Governador lembrou que, mesmo com dificuldades financeiras o governo investiu mais de R$ 110 milhões na área de Segurança Pública entre recursos próprios, convênios com o Governo Federal e operações de crédito nos últimos dois anos. “Hoje à tarde vamos receber o Ministro da Justiça Alexandre de Moraes, na condição de primeiro Estado do Nordeste a assinar, o Plano Nacional da Segurança Pública", disse Robinson em sua mensagem.
 
 
 
 

Outro segmento em destaque na mensagem governamental foi a Ação Social, que de acordo com o Governador conseguiu avançar com a reestruturação de toda a cadeia de atendimento a quem mais precisa, sem acréscimo no orçamento e em meio a mais grave crise financeira enfrentada pelo País.





Peço a atenção dos senhores para o olhar especial que nosso Governo tem tido com as mais de 15 mil famílias que tiram do artesanato o seu sustento. Encaminhamos a esta Casa, para apreciação dos senhores deputados, o Projeto de Lei que reconhece o artesanato como profissão formal, garantindo direitos aos trabalhadores que transformam o talento e a beleza potiguares em arte”, enfatizou Robinson.
 
 
 
 

Em sua mensagem, Robinson Faria também falou sobre o fomento à principal atividade econômica, o Turismo, relacionando dois grandes complexos turísticos que o Estado vai receber: o Eco Estrela, em Baía Formosa e o resort Vilas Galé, em Touros.
 
 
 
 

O governador Robinson Faria disse que pelo segundo ano consecutivo de seca enfrentado pelo seu Governo, num ciclo de 6 anos de estiagem, na maior seca dos últimos 100 anos, destacou o avanço na construção da barragem de Oiticica, “uma obra que vai beneficiar mais de 500 mil pessoas”.
 
 
 
 

O setor de Educação também teve um olhar diferenciado em sua gestão, conforme registrou em sua mensagem, afirmando que foi o primeiro Estado a implementar o piso nacional dos professores, além de conceder promoções aguardadas há uma década. Ele citou os Centros Estaduais de Educação Profissional, que só em 2017 serão inauguradas sete unidades: Natal, Mossoró, Extremoz, Ceará-Mirim, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Alto do Rodrigues.
 
 
 

Robinson Faria falou ainda que o Programa Bolsa Atleta já é uma realidade no seu Governo, onde será investido R$ 1, 3 milhão, para beneficiar 260 atletas em várias categorias e modalidades com o objetivo de incluir e valorizar os atletas potiguares.
 
 
 

O governador destacou ainda os investimentos na Saúde Pública, por entender que “falar em qualidade de vida é falar nos investimentos para melhorar o setor. Demos início à implantação do processo de regionalização da Saúde pela região Seridó, que conta hoje com uma população de 311 mil habitantes".
 
 
 

Ao final, o Governador Robinson disse que é hora de juntar, não de espalhar; momento de compartilhar, não de separar; tempo de luta conjunta e não de derrota coletiva.
 
 
 

Dito isto, me antecipo aqui no reconhecimento de que esta Casa tem se comportado com espírito republicano em favor do que realmente interessa ao Rio Grande do Norte. Meu Governo não tem encontrado aqui desatenção ou ações de oposicionismo irresponsável ou oportunista. Minha inesquecível ex-Casa, berço da minha carreira política, tem se mostrado uma trincheira de batalha em prol do desenvolvimento do nosso povo, sem se deixar atropelar pela política partidária ou pelos interesses pessoais e de grupos. Agradeço essa postura e conclamo aos parlamentares e servidores pela parceria nas lutas que ainda virão”, finalizou.

0 comentários:

Postar um comentário