21 de fevereiro de 2017

MORAES DIZ QUE ATUARÁ COM 'ABSOLUTA IMPARCIALIDADE' NO STF E NA LAVA JATO

Indicado pelo presidente Michel Temer para o Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro licenciado da Justiça, Alexandre de Moraes, prometeu nesta terça-feira (21) atuar com “absoluta imparcialidade e independência” e sem “nenhuma vinculação político-partidária” na Corte, inclusive nos casos relacionados à Operação Lava Jato, caso seja aprovado pelos senadores.
 
 
 
 
 
Moraes é sabatinado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado desde as 10h15 desta terça.
 
 
 
 
 
Ele foi provocado pelo senador Lindbergh Farias (PT-RJ) a se declarar suspeito para analisar denúncias e ações penais contra políticos investigados no escândalo de corrupção da Petrobras.
 
 
 
 
O petista disse que ele poderá vir a atuar como revisor nos processos levados ao plenário, julgando, inclusive, integrantes do governo Michel Temer, do qual Moraes ainda faz parte, que venham eventualmente a ser denunciados ao Supremo.
 
 
 
 
O revisor auxilia o relator, sugerindo medidas para corrigir algum problema do processo, além de confirmar, completar ou retificar o relatório (resumo do caso).

0 comentários:

Postar um comentário