5 de fevereiro de 2017

MILITARES ENCERRAM AÇÃO PARA CONTER ATAQUES EM NATAL

Após 16 dias, chega ao fim neste sábado (4) a Operação Potiguar II, que contou com a atuação de cerca de 1,8 mil homens da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira nas ruas da Grande Natal. A ação foi iniciada em 18 de janeiro passado, com o objetivo de combater uma onda de ataques criminosos no Rio Grande do Norte registrada após a matança de pelo menos 26 presos na Penitenciária Estadual de Alcaçuz.
 
 
  
 
Militares estão nas ruas de Natal (Foto: Elias Medeiros)
 
 
 
 
A Operação Potiguar II se encerra à meia-noite deste sábado. Na segunda-feira (6), o ministro da Defesa, Raul Jungmann, vai apresentar um balanço da ação durante uma entrevista coletiva no 16º Batalhão de Infantaria Motorizada, em Natal. A vinda dos militares foi uma determinação do presidente Michel Temer para que as Forças Armadas atuassem na Garantia da Lei e da Ordem (GLO)  na Grande Natal.
 
 
 
 
Na sexta-feira (20), o ministro da Defesa, Raul Jungmann, esteve na capital potiguar e afirmou que o governo federal "não iria admitir descontrole".
 
 
 
 
De acordo com o Ministério da Defesa, foram disponibilizados 650 homens do Exército, Marinha e Aeronáutica nas ruas no primeiro dia da ação. No sábado (21), 1,4 mil já atuavam na região Metropolitana. E no domingo (22), 1.846 integravam a operação.
 
 
 
 
O ministro Raul Jungmann explicou que as tropas não substituíram nenhuma ação da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, mas sim auxiliaram na manutenção da ordem com o objetivo de impedir novos ataques a ônibus, instituições ou prédios públicos.
 
 
Foto: Elias Medeiros.

0 comentários:

Postar um comentário