10 de dezembro de 2016

SÉRGIO CABRAL CHEGA A CARCERAGEM DA PF EM CURITIBA

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) chegou à região de Curitiba por volta das 16h20 deste sábado (10). O político foi preso pela Operação Calicute e estava detido no complexo penitenciário de Bangu, no Rio de Janeiro, desde o dia 17 de novembro.
 
 
 
Sérgio Cabral ficará preso na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba (Foto: Rprodução/ RPC Curitiba)

 
 
Ele desembarcou no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana da capital paranaense, e foi levado ao Instituto Médico-Legal de Curitiba para exame de corpo de delito. Em seguida, o ex-governador foi para Superintendência da Polícia Federal, onde estão 12 presos da Operação Lava Jato.
 
 


O ex-governador ficará na mesma carceragem que, por exemplo, o deputado cassado e ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o ex-ministro Antônio Palocci e Marcelo Odebrecht.
 
 


Cabral foi transferido por ordem do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. O Ministério Publico do Rio de Janeiro (MP-RJ) denunciou de que o ex-governador estava recebendo visitas de amigos e familiares irregulares.
 
 
 
 
A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) divulgou nota sobre as visitas ao ex-governador. No documento esclarece que "todas as visitas de familiares do ex-governador Sérgio Cabral foram previamente cadastradas e tiveram as carteirinhas de visitantes expedidas conforme normas desta secretaria".
 
  
 
A Operação Calicute investiga desvios de R$ 220 milhões em obras do governo estadual do Rio, no período em que Cabral foi governador - entre 2007 e 2014.
 


Além de Cabral, dez pessoas foram presas no dia que a operação foi deflagrada.
 


Na terça-feira (6), a advogada Adriana Ancelmo, mulher de Cabral, também foi detida.
 
 
 
Foto: Rprodução/ RPC Curitiba.

0 comentários:

Postar um comentário