7 de dezembro de 2016

EX-PRIMEIRA DAMA DO RJ É LEVADA PARA PENITENCIÁRIA

A advogada Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral Filho, deixou por volta das 20h22 desta terça-feira, (06), a superintendência da Polícia Federal rumo ao IML. Ela era aguardada para exames no instituto e, em seguida, seguiu para o Complexo de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio. Lá, Adriana vai ficar no presídio Joaquim Ferreira, segundo a PF.
 
 
 
 
O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal no Rio de Janeiro, determinou na tarde desta terça-feira (6) a prisão preventiva de Adriana Ancelmo. À tarde, ela se entregou na sede da 7ª Vara.
 
 
 
 
 
A decisão ocorreu após o magistrado aceitar a denúncia da Operação Calicute, do Ministério Público Federal. Por volta das 15h53, agentes da Polícia Federal chegaram ao apartamento onde Adriana morava com Cabral, no Leblon, Zona Sul da cidade. O local logo ficou cercado por curiosos. Adriana não estava lá, mas agentes apreenderam joias e R$ 53 mil em espécime.
 
 
 
 
 
Às 19h, Adriana já estava na Superintendência da Polícia Federal, na Zona Portuária do Rio. De lá, ela faria exames no Instituto Médico Legal e em seguida seria levado para o Complexo de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste, onde já cumpre pena seu marido. Ela não prestou depoimento na superintendência, onde chegou acompanhada de advogados e do filho, Marco Antônio Cabral, secretário estadual de Esportes.

0 comentários:

Postar um comentário