1 de novembro de 2016

ADUTORA DE CAICÓ LEVARÁ ÁGUA PARA A POPULAÇÃO EM FEVEREIRO, GARANTE MINISTRO DA INTEGRAÇÃO

As obras da Adutora Emergencial de Caicó já podem ser iniciadas. O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, assinou nesta terça-feira (01) a Ordem de Serviço para início da implantação da adutora. O investimento federal é de R$ 42,2 milhões e vai beneficiar cerca de 87,7 mil pessoas no município de Caicó, no Rio Grande do Norte. O empreendimento irá minimizar os efeitos da seca e ampliar o abastecimento de água para a população.
 
 
 
 
 
 
 
 
Durante a ocasião, Helder Barbalho anunciou que as obras estarão concluídas em quatro meses e que não há motivos para atrasos. “Até fevereiro, a obra estará em condição de levar a água. Os investimentos já estão garantidos e depositados na conta do Dnocs, o que assegura o cumprimento efetivo do calendário. É a certeza de que as obras aconteçam para o bem estar e a qualidade de vida da população”, disse o ministro.
 
 
 
As empresas selecionadas para fornecimento de material e implantação da adutora foram Saint Gobain e Certa - Construções Civis e Industriais Ltda. Por ser uma ação emergencial, houve dispensa do processo de licitação para agilizar a assinatura dos contratos. A liberação dos recursos, o acompanhamento e a fiscalização das obras são de responsabilidade do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs).
 
 
 
A implantação de 63,3 quilômetros de ferro fundido terá início na Estação de Bombeamento do Sistema Adutor Serra de Santana, no município de Jucurutú (RN). Após a obra, a previsão é de que a vazão da água chegue a 105 litros por segundo.
 
 
 
De acordo com o ministro Helder Barbalho, os materiais de construção já estão no canteiro para que a implantação da adutora inicie o mais rápido possível. “É uma determinação clara de garantir segurança hídrica e oferta d’água para consumo humano e produção agrícola. Isso é fundamental”, afirmou. 
 

0 comentários:

Postar um comentário