19 de outubro de 2016

QUADRILHA INVADE PRESÍDIO NO ACRE E TROCA TIROS COM A POLÍCIA

Ao menos 25 membros de uma facção criminosa participaram da invasão a Unidade Unidade Prisional 4 (UP-4), conhecida como "Papudinha", na noite desta terça-feira (18), em Rio Branco. Durante a ação houve troca de tiros entre policiais e criminosos e uma rebelião na unidade. Quatro pessoas ficaram feridas e um criminoso foi preso, segundo o governo do Acre.
 
 
 
Invasores pretendiam matar presos do regime semiaberto em Rio Branco (Foto: Divulgação/Secom Acre)
 
 
 
Eles entraram atirando com armas de grosso calibre, com um poderio bélico forte e nós reagimos a altura. Tinha gente nas imediações, pessoas deles no meio do mato”, disse o secretário de Segurança Pública do Acre, Emylson Farias, durante coletiva após a situação ter sido controlada.
 


O objetivo dos invasores, segundo a Secretaria de Segurança Pública (Sesp-AC) era matar presos do regime semiaberto. Alguns deles chegaram a ser emboscados quando chegavam à unidade para dormir, porém, não houve nenhuma vítima fatal. As forças de segurança apreenderam ainda uma espingarda calibre 12, duas granadas, uma pistola 9 milímetros e coletes a prova de balas.
 
 
 
Serviço de inteligência da Segurança Pública já havia antecipado possibilidade de ataque, segundo governador Tião Viana (Foto: Divulgação/Secom Acre)


 
Agentes do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope) atuaram na retomada do presídio. Depois que a situação foi controlada uma revista foi iniciada na unidade e o secretário de segurança não descarta transferência de presos para outros estados, entre outras ações.
 
 
 
O governador Tião Viana (PT-AC) ressaltou o trabalho da inteligência da polícia, que já teria alertado para a possibilidade de um ataque ao presídio permitindo que um esquema de segurança fosse montado a tempo.
 
 
Fonte: G1/AC - Foto: Divulgação/Secom Acre)

0 comentários:

Postar um comentário