17 de outubro de 2016

BRIGA ENTRE FACÇÕES RIVAIS NO PRESÍDIO DE RO TEM 8 PRESOS MORTOS

Oito presos morreram asfixiados por fumaça na Penitenciária Estadual Ênio dos Santos Pinheiro em, Porto Velho, durante a madrugada desta segunda-feira (17). A Polícia Civil confirmou as mortes e disse que a motivação foi uma briga entre grupos rivais. Dois feridos foram encaminhados ao hospital.
 
 
 
 
Briga entre facções motivou conflito na penitenciária Urso Branco que resultou em oito mortes (Foto: Hosana Morais/G1)
 
 
 
 
O secretário de Justiça, Marcos Rocha, disse que a briga foi causada por um outro confronto entre facções que ocorreu em Boa Vista (RR), no domingo (16), onde 10 detentos morreram na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo. Rocha não quis revelar quais são as facções envolvidas.
 
 
 
Familiares aguardam informações em frente à penitenciária. A polícia fará a contagem dos presos ainda nesta segunda para verificar o número de mortos.
 
 
 
 
O diretor do presídio, Jobson Bandeira, relatou sobre a situação. "Nós conseguimos chegar ao local agora, conseguimos fazer a movimentação dos apenados e chegamos até a cela. A confusão começou na madrugada, as duas facções começaram a brigar e tocaram fogo na frente dessa cela, onde vieram a óbito oito apenados. Eles morreram asfixiados. Eles não chegaram até os apenados, foi por causa da fumaça dos colchões que eles tocaram fogo e acabou vindo a óbito os oito da mesma cela. (...) Os dois feridos em estado grave já estão no hospital."
 
 
 
O nome dos presos mortos no conflito foram divulgados. A esposa de uma das vítimas, ao saber da morte do marido, desmaiou e foi socorrida por outras mulheres que se encontram no local.
 
 
 
A entrada que dá acesso à penitenciária foi interditada pela polícia. Equipes do Instituto Médico Legal (IML) estão na unidade para a realização da perícia e remoção dos corpos.
 
 
Fonte: G1/RO.

0 comentários:

Postar um comentário