5 de janeiro de 2015

PRIMEIRA EXPORTAÇÃO DE GADO DO RN CONTA COM APOIO DO GOVERNO DO ESTADO E ACONTECE NESTA SEGUNDA-FEIRA, (05)

imagesCAJB2CS8O Rio Grande do Norte exportará, pela primeira vez, 140 cabeças de gado da raça Guzerá para o Senegal e Burkina, na África Ocidental. A operação faz parte de um programa de exportação de banco genético para melhoria da qualidade da genética africana. O primeiro embarque sairá em avião cargueiro pelo Aeroporto Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, na próxima segunda-feira (5). O governador do Estado Robinson Faria e o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Haroldo Abuana, acompanharão o embarque e receberão a imprensa, às 14h30, junto com os criadores do Estado, para explicar a importância do programa para pecuária potiguar.

Esta será a primeira exportação potiguar de gado após o Rio Grande do Norte ser reconhecido internacionalmente como área livre de febre aftosa com vacinação, há sete meses. Na operação, o governo dos países africanos compra o gado, através de agente selecionado, e distribui entre criadores e municípios para viabilizar o melhoramento genético. Dos 140 animais, 128 são fêmeas matrizes e 12 machos reprodutores, além de 41 bezerros pelo pé. O secretário Haroldo Abuana considera o programa oportunidade para aquecer o mercado potiguar, enfatizando suas qualidades genéticas. “É determinação do governador Robinson Faria o incentivo à cadeia produtiva. Este embarque é muito simbólico. Teremos outras operações comerciais reconhecendo a qualidade do nosso rebanho”, destacou Haroldo.

Na avaliação do secretário de Agricultura do RN, este intercâmbio tende a evoluir e gerar oportunidades para a cadeia do agronegócio, ampliando inclusive as raças a serem exportadas. “As peculiaridades climáticas do nosso Estado são semelhantes às da África Ocidental. A nossa genética também é de ponta. Tudo contribuiu para a escolha do RN. O intercâmbio genético, se depender da determinação do Governo, será mantido e ampliado. Neste momento, o interesse deles é na raça Guzerá. Mas temos potencial para ampliar”, destacou Haroldo Abuana.

Foto: Ilustração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PROFESSORES DA UFRN DECIDEM ENCERRAR GREVE APÓS 59 DIAS

Os professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte decidiram encerrar a greve da categoria nesta quinta-feira (20) após 59 dias d...