18 de março de 2024

‘TEMPOS SOMBRIOS PASSARÃO, CORRUPÇÃO VOLTARÁ A SER CRIME’, DIZ MORO

Ex-juiz federal que conduziu o maior cerco à corrupção da história do Brasil, o senador Sérgio Moro (União-PR) celebrou, neste domingo (17), os dez anos da Operação Lava Jato, vivendo sob ameaça de perder seu mandato na Justiça Eleitoral do Paraná e ressaltando que ‘os tempos sombrios passarão e a corrupção voltará a ser um crime’ no país. 

 

Apontado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) como integrante de um conluio com a acusação protagonizada pelo Ministério Público Federal (MPF), na Lava Jato, Moro foi considerado juiz parcial, nos tempos em que atuou nos casos do esquema que dilapidaram o patrimônio da Petrobras, na 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba. 

 

Moro ficou exposto após a Operação Spoofing, que revelou diálogos entre ele e procuradores da Lava Jato, sobre estratégias da operação. Mas resiste dizendo estar do lado da verdade e que a operação tem o apoio dos cidadãos brasileiros que creem na honestidade. 

 

“A Lava Jato vive em cada brasileiro que acredita na honestidade e no Brasil. Os tempos sombrios passarão e a corrupção voltará a ser um crime em nosso país. A verdade está do nosso lado”, destacou Moro, em seu perfil do X.

 

Moro conduziu, entre casos de corrupção bilionária, ações penais contra Lula, que acabaram anuladas por decisões do STF que declararam a incompetência da atuação da 13ª Vara de Curitiba nos processos da Lava Jato e garantiram recuperar direitos políticos do petista e sua volta à Presidência da República, tempos depois de ter passado 580 dias preso na capital paranaense.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BAIRROS E COMUNIDADES DE MUNICÍPIO DO INTERIOR DO RN SEGUEM ILHADOS

Bairros e comunidade de Ipanguaçu, município na Região Oeste, permanecem com as ruas e casas alagadas mais de 10 dias após as fortes chuvas ...