18 de setembro de 2020

LÍDER INDÍGINA DE 42 ANOS MORRE DE COVID EM SP

O líder indígena João Lira, da Aldeia Itapuã, morreu aos 42 anos devido a complicações da Covid-19. A aldeia que ele liderava fica em Iguape, no litoral paulista, e a morte dele gerou comoção nas redes sociais. Lira tinha um importante papel na luta pelos direitos das comunidades indígenas e pela preservação ambiental. 

 

 

João Lira estudou na Universidade de São Paulo (USP) e foi um dos pioneiros da educação escolar indígena no estado. Ele especializou-se em Letras, para melhorar a qualidade da educação pública de sua aldeia, segundo informações da Diretoria de Ensino Regional (DER). 

 

 

O indígena foi candidato a deputado federal em 2018 e se preparava para uma nova candidatura, desta vez para vereador em Iguape, na próxima eleição municipal. Ele morreu nesta quinta-feira (17), após ser infectado pelo novo coronavírus. No dia 1º de setembro, ele foi internado no Hospital Regional de Pariquera-Açu e, segundo a unidade, transferido ao Hospital São João, em Registro, no dia 3. 

 

Fonte: G1/Santos. 

0 comentários:

Postar um comentário