12 de maio de 2020

RAMAGEM DIZ TER ‘APREÇO’ DA FAMÍLIA BOLSONARO, MAS NEGA ‘INTIMIDADE’


O diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, afirmou nesta segunda-feira (11) em depoimento que tem o "apreço" da família do presidente Jair Bolsonaro, mas negou ter "intimidade". 




Ramagem prestou depoimento à Polícia Federal em Brasília no inquérito autorizado pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar suposta tentativa de interferência de Bolsonaro na PF.



 
O inquérito foi aberto a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), após o então ministro da Justiça, Sergio Moro, anunciar a demissão do cargo alegando que houve interferência política de Bolsonaro na Polícia Federal. 




Alexandre Ramagem chegou a ser nomeado novo diretor-geral da PF no lugar de Maurício Valeixo, demitido do cargo por Bolsonaro. Mas o ministro Alexandre de Moraes, do STF, barrou a nomeação por entender que houve desvio de finalidade.

0 comentários:

Postar um comentário