15 de maio de 2018

MINISTRO TOFFOLI NEGA PEDIDO DE LIBERDADE A FILHO DE JORGE PICCIANI

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou nesta segunda-feira (14) uma liminar que pedia liberdade ao empresário Felipe Picciani, filho do presidente afastado da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani (MDB).





Felipe é acusado de participar de esquema de corrupção que envolve o deputado estadual pelo Ministério Público Federal (STF). Ele está detido desde novembro do ano passado após ações da Operação Cadeia Velha.




O filho de Picciani coordena a Agrobilara, empresa agropecuária da família. De acordo com os investigadores, “fica patente nos e-mails trocados entre eles que Felipe age em consonância com o principal propósito da empresa: a lavagem de ativos dos crimes praticados por seu pai e por outras pessoas da esfera de conhecimento de seu pai (empresários e funcionários públicos)”.





Também foram presos na operação Jorge Picciani e os deputados estaduais do Rio Edson Albertassi e Paulo Melo, ambos do MDB. Os três já apresentaram habeas corpus no STF, mas até agora somente Picciani obteve o direitor à prisão domiciliar.

0 comentários:

Postar um comentário