19 de maio de 2018

“INSOSSA, FRIA E SEM TESÃO”, DIZ NÉLTER QUEIROZ SOBRE PRÉ-CANDIDATURA DE CARLOS EDUARDO

A pré-candidatura de Carlos Eduardo Alves (PDT) ao Governo do RN é fria, insossa, sem tesão ou entusiasmos. Foi dessa forma que o deputado estadual Nélter Queiroz, do MDB, se referiu a caminhada do ex-prefeito de Natal pelo interior do estado neste momento. O detalhe é que o partido de Nélter já está, praticamente, fechado com Carlos Eduardo para apoia-lo para a disputa deste ano, já estando, inclusive, fechado com o senador Garibaldi Alves Filho (MDB) para acompanhá-lo na chapa.





A avaliação da pré-campanha de Carlos Eduardo foi feita por Nélter Queiroz durante entrevista a rádio 96fm. O parlamentar foi questionado se a redução do percentual da pré-candidata do PT, Fátima Bezerra, na última pesquisa, havia sido consequência de um eventual crescimento das chances do ex-prefeito. “Não, não acredito (que essa redução aconteceu por conta dele). Acho Carlos Eduardo até insosso. É uma pré-candidatura que não demonstra tesão, entusiasmos. É uma candidatura fria”, avaliou Nélter.





O deputado estadual também afirmou que há no interior, neste momento, uma polarização entre Robinson e Fátima. “Acho até que Carlos pode dar uma melhorada, mas hoje é uma indecisão”, afirmou ele, acrescentando há também riscos quanto as pré-candidaturas de Garibaldi e José Agripino Maia (DEM) a reeleição no Senado. “Se tiver alguma dificuldade para eleger os dois senadores, há uma possibilidade de algum deles desistir”, antecipou.





Por outro lado, Nélter afirmou que, neste caso do Senado, tem havido uma mudança com o “fato novo” que foi a pré-candidatura de Geraldo Melo, do PSDB. “Há 30 dias, senti o nome de Zenaide Maia (PHS) embalado, mas estacionou. Está parando. Já Geraldo Melo, surgiu esse fato novo, e está começando a ser citado e que, realmente, deixou de ser citada Zenaide”, avaliou Nélter.

0 comentários:

Postar um comentário