24 de agosto de 2020

DEPUTADA FLORDELIS É DENUNCIADA POR SUSPEITA DE SER A MANDANTE DA MORTE DO PASTOR ANDERSON; POLÍCIA PRENDE FILHOS

A Polícia Civil do RJ e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) iniciaram nesta segunda-feira (24) uma operação para prender envolvidos na morte do pastor Anderson do Carmo, executado em 16 de junho de 2019.

 

 

Segundo os investigadores, a viúva, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ), é a mandante do crime e, antes do assassinato a tiros, tentou envenenar o marido.

 

 

Flordelis é uma das 11 pessoas denunciadas, mas não há mandado de prisão contra ela, por causa da imunidade parlamentar.

 

 

Até a última atualização desta reportagem, quatro filhos do casal foram presos.  Há nove mandados de prisão a cumprir.

 

 

A deputada vai responder por homicídio triplamente qualificado (por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima).

 

 

Os policiais saíram para cumprir 17 mandados de busca e apreensão nas cidades do Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo e no Distrito Federal.

 

 

Um dos endereços é a casa da deputada, local do crime, no bairro de Pendotiba, em Niterói, na Região Metropolitana do RJ.

0 comentários:

Postar um comentário