18 de junho de 2018

SÓCIO CONFIRMA IDENTIDADE DE EMPRESÁRIO QUE ESTAVA EM HELICÓPTERO QUE CAIU EM MG

Um sócio confirmou que o empresário Márcio Bissoli, de 50 anos, estava no helicóptero que caiu em Espírito Santo do Dourado (MG) na noite deste sábado (16). Além dele, o piloto Luiz Gustavo Araújo Soares estava na aeronave no momento da queda. Eles haviam saído de Nova Lima (MG) com destino ao aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o piloto relatou problemas mecânicos antes da queda. O Seripa investiga as causas do acidente.








O também empresário Alexandre Penido contou que o sócio era uma pessoa saudável e que procurava se cuidar. "Ele tinha 50 anos, era uma pessoa muito saudável, tinha uma saúde de cara de 30 anos. Cuidado muito da saúde, atleta". 




Os dois eram sócios em uma outra empresa, chamada MPA Empreendimentos Imobiliários, que atualmente desenvolve o projeto de um condomínio de luxo em Capitólio (MG). Segundo Penido, Bisolli era um "homem de visão". 



Além de ser sócio na empresa MPA, Bissoli era sócio e atuava também na empresa Bauminas, que operava o helicóptero. Representantes da empresa também estiveram no local do acidente, mas preferiram não dar entrevistas. 




Até o fim da tarde deste domingo (17), no entanto, os tripulantes não haviam sido localizados ou retirados dos destroços da aeronave, uma vez que equipes que os trabalhos no helicóptero só poderiam ser realizados após a chegada do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III). 




A equipe do Seripa chegou ao local por volta das 17h30, mas logo teve que interromper o trabalho por causa da chegada da noite. As investigações serão retomadas na manhã desta segunda-feira (18). 


Fonte: G1/MG.

0 comentários:

Postar um comentário