4 de julho de 2021

PF AFIRMA AO STF QUE RENAN RECEBEU PROPINA DA ODEBRECHT EM 2012

A Polícia Federal afirmou ao Supremo Tribunal Federal (STF) ter reunido indícios de que o senador Renan Calheiros (MDB-AL) recebeu R$ 1 milhão em propina da Odebrecht.

 

A informação foi enviada ao STF com a conclusão do inquérito, aberto em 2017. A corporação indiciou Renan pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O senador é o relator da CPI da Covid.

 

A partir dos elementos reunidos PF, o Supremo deve enviar o caso para a Procuradoria-Geral da República decidir se denuncia o senador ou arquiva o caso. Caso a PGR ofereça denúncia e o STF aceite, o senador responderá a processo.

0 comentários:

Postar um comentário