16 de julho de 2019

BOLSONARO QUER EXTINGUIR TAXA PARA ACESSO A NORONHA: 'É UM ROUBO'

O presidente Jair Bolsonaro chamou de "roubo" a taxa que o governo federal cobra dos turistas de Fernando de Noronha em nome da proteção ambiental do arquipélago. 








Quem visita Fernando de Noronha tem que pagar duas taxas: uma estadual, de R$ 73,52 por dia de permanência na ilha. Esse dinheiro vai para o governo de Pernambuco para preservação e manutenção de Noronha, como o recolhimento do lixo. 




A outra taxa cobrada do turista é federal e é paga por quem quer ter acesso ao Parque Nacional Marinho, refúgio para grupos ameaçados de extinção e tombado pela Unesco como patrimônio natural mundial da humanidade. A taxa dá direito aos passeios de barco e à entrada nas praias mais famosas e que têm catracas: Sancho, Leão e Sueste. São R$ 106 para brasileiros e R$ 212 para estrangeiros. E a validade por até dez dias.




Foi essa a taxa criticada pelo presidente Jair Bolsonaro no fim de semana em uma rede social. Nas palavras do presidente, o valor explica porque quase inexiste turismo no Brasil, que isso é um roubo praticado pelo governo federal e que vai rever a cobrança. 
 



0 comentários:

Postar um comentário