16 de setembro de 2017

AMSO MOBILIZA MUNICÍPIOS PARA FORMAÇÃO DE UM CONSÓRCIO PÚBLICO PARA IMPLEMENTAÇÃO DO SERVIÇO DE INSPEÇÃO MUNICIPAL (SIM)

A Associação dos Municípios da Microrregião do Seridó Oriental-AMSO mobilizou, nessa quinta-feira, 14, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas de Currais Novos, os municípios da região do Seridó, para formação de um Consórcio Público para implementação do Serviço de Inspeção Municipal ( SIM). O encontro contou com a assessoria da consultora do Sebrae Nadja.
 
 
 
 
 
 
 
A prefeita de Equador e presidente da AMSO, Noeide Sabino, falou da importância do SIM como ação  que visa aprimorar as boas práticas na produção de alimentos de origem animal e vegetal e que dará condições aos pequenos produtores rurais de comercializarem seus produtos de acordo com a legislação sanitária. “Precisamos nos unir para tornar realidade a instalação do SIM e com isso ganhará a saúde pública dos municípios e a própria comunidade com a garantia do que está sendo consumido em casa”, afirmou Noeide Sabino. Ela explica que com a criação do SIM, os abates de animais realizados no município para fins comerciais passam a ser monitorados, inspecionados e certificados, através de um selo de garantia.
 
 
 
 
A consultora do Sebrae, Nadja, parabenizou a presidente da AMSO, Noeide Sabino, pela mobilização dos município para formação do importante Consórcio Público e revela que a Região do Seridó avança na implementação do Serviço de Inspeção Municipal- SIM.     
 
 
 
 
 
De acordo com a consultora do Sebrae, a implantação do SIM também trará vantagens no plano da geração de renda para agricultores familiares, pequenos produtores e empreendedores que atuam na produção e manipulação de alimentos, comercialização de carne in natura ou de verduras, frutas, polpas, leite, mel e derivados. Tudo isso é alvo da fiscalização e esses produtores terão a possibilidade de acessar mercados formais como as compras da agricultura familiar, PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) e uma série de outros mercados que, às vezes, ele não está participando porque hoje é exigido o selo SIM nesses produtos”, informa. 
 
 
 
 
Com a oficialização do serviço de inspeção municipal, os agricultores familiares vão poder contar com o apoio do Sebrae, em consultorias, para entender as exigências do SIM e satisfazer esses aspectos para expandir a comercialização dos produtos.
 
 
 
 
Do município de Equador participaram da mobilização o secretário municipal de Agricultura, Crystiano Gomes, o coordenador de Vigilância a Saúde, Damião Dantas e a chefe da Divisão de Tributos, Karen Andrade de Araújo.

0 comentários:

Postar um comentário