11 de abril de 2017

BULLYING NAS ESCOLAS É DEBATIDO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Uma das formas de violência psicológica mais atual no ambiente escolar, o bullying, foi tema de discussão na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte nesta segunda-feira (4), onde se procurou construir propostas para combater os efeitos desse mal moderno. Proposto pela deputada Cristiane Dantas (PCdoB), o debate estimulou profissionais que lidam com a pedagogia em busca de soluções.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
É de suma importância que esse tema seja amplamente discutido. Com essa audiência, temos a expectativa de fomentar esse debate, na esperança de que os jovens que cometem e sofrem com o bullying encontrem saídas para esse mal que está associado a diversas doenças da atualidade”, destacou a deputada Cristiane Dantas.
 
 
Ainda em seu pronunciamento, a deputada informou que trabalha na elaboração de um projeto de lei para prevenção e combate ao bullying nas instituições de ensino públicas e privadas do Rio Grande do Norte. Durante o debate, a parlamentar distribuiu material educativo sobre a temática para ser utilizado nas escolas, elaborado pelo mandato.
 
 
 
A psicóloga Vânia Calado, psicóloga e coordenadora da Comissão de Educação do Conselho Regional de Psicologia destacou que o bullying tem se insurgido cada vez mais no ambiente escolar como um problema que está afeta a qualidade da educação oferecida nas instituições e a formação da cidadania.
 
 
A escola sempre provocou, no Brasil, altos índices de marginalização, com pesquisas que indicam a maciça presença do preconceito e relações escolares baseadas no autoritarismo. Há ainda a precariedade das escolas, que propicia as microviolências, onde o bullying se insere”, enumerou a profissional.
 
 
Por outro lado, a professora Mytércia Bezerra, professora da Escola Estadual Rômulo Wanderley, trouxe à luz exemplo de engajamento que serviu como vacina à prática do bullying. “Conseguimos estimular a participação de alunos e fazê-los interagir e praticar conceitos de respeito e cidadania com atividades que o colocavam como protagonistas da própria trajetória”, destacou a professora.
 
 
Ainda participaram do debate o presidente do Conselho Estadual de Promoção de Paz nas Escolas, João Maria Mendonça; Secretaria de Educação de Natal, estudantes e professores da Escola Municipal Administrador Josafá Sisino de Machado, de Parnamirim; e CEI Romualdo.

0 comentários:

Postar um comentário