9 de janeiro de 2017

POLICIAL MILITAR É AFASTADO SUSPEITO DE FACILITAR FUGA DE PRESOS NO RN

Um policial militar foi afastado da corporação suspeito de ter facilitado a fuga ocorrida na madrugada deste sábado (7) na Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP), na Grande Natal. Em depoimento, um dos detentos que foi recapturado informou que o policial, que atua como guariteiro da unidade, recebeu R$ 30 mil para facilitar a fuga dos presos por um túnel. A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) prefere manter o nome do agente em sigilo até o fim da investigação.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O policial será afastado, inicialmente, pelo prazo de 40 dias. De acordo com o assessor de comunicação da Polícia Militar, major Eduardo Franco, foi instaurado um processo administrativo para investigar a conduta do policial e apurar o crime.
 
 
 
 
 
Sobre a saída deste sábado, ainda no interrogatório, o preso disse que os detentos "vinham planejando a fuga há 30 dias e que estavam acertando a fuga com o guariteiro, o qual disse que na véspera do Ano Novo não seria possível, mas que daria certo para este mês".
 
 
 
 
 
De acordo com o preso recapturado, cada um dos fugitivos deu R$ 3 mil à mulher de um os presos, que repassou o valor recolhido ao guariteiro. O detento disse acreditar que a fuga tenha rendido cerca de R$ 30 mil ao policial, que estava de serviço na guarita que fica próxima ao pavilhão 1 da unidade prisional entre as 2h e as 4h deste sábado. A fuga, segundo a Sejuc, ocorreu por volta das 3h30.

0 comentários:

Postar um comentário