19 de novembro de 2016

POR ORDEM DO TSE, GAROTINHO É TRANSFERIDO PARA HOSPITAL PARTICULAR NO RIO

O ex-governador Anthony Garotinho foi transferido, no início da madrugada deste sábado (19), para o Hospital Quinta D'or, na Zona Norte do Rio. Garotinho obteve o direito de deixar o Hospital Penitenciário, em Bangu, na Zona Oeste da cidade, por ordem da ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
 
 
 
 
 
 
 
 
O TSE determinou ainda que, depois dos exames de coração, o ex-governador ficará em prisão domiciliar até que seja votado em plenário seu pedido de liberdade.
 
 
 
Garotinho foi levado em uma ambulância por volta de 0h10. O veículo foi escoltado por dois carros da Polícia Federal (PF).
 
 
 
A transferência aconteceu após a chegada da ordem judicial na administração do Complexo de Gericinó, onde fica o Hospital Penitenciário. Uma ambulância do Hospital Copa D'or já esperava desde a noite de sexta-feira (18) para transferir o ex-governador.
 
 
 
 
Na nova unidade, Anthony Garotinho será submetido a um cateterismo para descobrir a causa das dores no peito após ser preso pela PF, na quarta (16).
 
 
 
 
A ministra Lúcia Lóssio acolheu o recurso dos advogados do ex-governador e derrubou a decisão do juiz eleitoral Glaucenir Silva de Oliveira. O magistrado afirmou que Garotinho teve regalias no hospital.
 
 
 
 
Na noite de quinta (17), a transferência do ex-governador para o conjunto de presídios foi tumultuada.
 
 
 
 
Os agentes da PF foram cumprir o mandado. O ex-governador resistiu e houve confusão ainda no quarto do hospital. Num áudio gravado, Anthony Garotinho discutiu com um agente, se negando a ir para Bangu. Disse temer se morto por bandidos.

0 comentários:

Postar um comentário